sábado, 11 de março de 2017

Saiuuuuuu o financiamento. Aleluia!!!!

Cof Cof, haja poeira nesse blog desatualizado!!! Helloo meu povo, Feliz Natal, Feliz Ano Novo, Feliz Carnaval (agora sim começou o ano do brasileiro), kkkkkk.

Nem acredito que estou escrevendo esta postagem, nossa, depois de 4 meses agonizantes finalmente fomos agraciados com uma ligação no dia 17 de fevereiro marcando para assinar o contrato, maaas, antes disso, vamos recapitular aos últimos fatos. No testamento que escrevi na última postagem (27/10), o final foi: 

"Então estamos nessa agonia, torcer para averbação ficar pronta logo (ligo lá todo dia kkk), o engenheiro dar o laudo aprovando e depois a Caixa liberar o financiamento... Assim que assinarmos o contrato na Caixa deverá ser o primeiro dia da obra porque depois de um mês o engenheiro vai lá de novo analisar se cumprimos a primeira etapa."

Aiai, eu tão inocente achando que seria simples assim, sqn.

No dia 28/10 o engenheiro da Caixa solicitou algumas alterações no cronograma "o valor do m² não estava dentro do manual da caixa", eu acho que isso poderia ter sido evitado se o nosso engenheiro fosse mais atento. No dia 31/10 mandamos as alterações solicitadas, aí em 03/11 o engenheiro da Caixa respondeu que "na última etapa do cronograma, previsto uma porcentagem de execução de 3,68; sendo que no COT da caixa a porcentagem mínima prevista é maior ou igual a 5%." Aff, outra desatenção do nosso engenheiro, mandamos consertado dia 07/11. Somente em 16/11 o engenheiro mandou o laudo aprovando, ufa.

A União Estável averbada no Registro de Imóvel ficou pronta em 27/10, já levei na Caixa para a moça conferir se iriam aceitar, pois a aprovação do financiamento é feita em outra cidade, então era melhor conferir se estava tudo certo para não atrasar mais ainda, indo e voltando de cidade. Porém até o dia 16/11 quando o engenheiro aprovou tudo a moça não tinha dado resposta, então o correspondente achou melhor mandar do jeito que estava mesmo (ledo engano, cena para os próximos capítulos).

A próxima etapa era fazer a avaliação de crédito, onde infelizmente fomos surpreendidos (apesar que esperávamos). Como meu noivo tem um apartamento financiado pela Caixa, a mesma descontou o valor da prestação no valor dos 30% da renda disponível, ou seja, a simulação que tínhamos feito nos dava um financiamento de 320 mil e o crédito efetivamente aprovado ficou com valor de 271 mil, bem menor! E mesmo com os 320 mil já teríamos que complementar com recurso próprio, imagina com 51 mil a menos, estamos de cabelos brancos! Mas não íamos alterar o projeto diminuindo a casa, aprovar na prefeitura e na caixa de novo, seria mais um custo e mais demora, não tinha volta e acabamos concordando com 271 mil mesmo. Teremos que inteirar aproximadamente 120 a 130 mil para a casa ficar pronta, isso num prazo de 14 meses que está no cronograma. 😱😱

Após confirmar o valor, o correspondente fez a papelada toda para Caixa, assinamos umas mil folhas e mandou a pasta para agência (e seja o que Deus quiser, kkkk). 22/11 fomos chamados para uma entrevista na agência, onde não falaram nada demais.

Quando achamos que a dor de cabeça estava no fim....aiaiai, não estava nem começado, agora começa o drama, kkkkk.

Dia 02/12, belo dia de sol, de férias bem curtindo uma praia em Natal, recebo um email do correspondente:
"Referente a restrição do que conta em nome do dono anterior do imóvel, a Caixa poderá autorizar o financiamento desde que se prove que as restrições não tenham vínculo imóvel, pois existe uma ação judicial da prefeitura no CNPJ da empresa.

Devem ser apresentadas uma declaração da prefeitura informando que não existem pendências de tributos referente a este imóvel e se possível conseguir na empresa também ao documento da empresa sobre esta ação judicial."

😱😱😱😡

Assim que voltamos de viagem (12/12) meu noivo correu atrás da documentação, na prefeitura e no fórum, e entregou ao correspondente em 17/12, onde ele nos informou para aguardar com bastante paciência resposta do setor jurídico da Caixa.

Aguardamos pacientemente até o dia 02/01, quando fui na Caixa olhar o motivo da demora. Depois de um empurra empurra de funcionário, "não é com fulano olha com beltrano", aff, conseguimos conversar com um mal educado que estava substituindo o funcionário a par do nosso caso, depois dele procurar uns papéis, bem mais ou menos, falou que o funcionário de férias não passou nada para ele, que não podia fazer nada, que teríamos que aguardar 10 dias o rapazinho voltar, vocês acreditam?????? Aí fiquei "sangue nos ói", falei "ué que absurdo esperar por um funcionário que saiu de férias e não passou nossa situação para outro, isso é um erro, manda uma mensagem para ele perguntando sobre nosso processo, ele tem que saber". Só sei que no dia 09/01, o estressadinho falou que recebeu o parecer jurídico sobre nossa demanda e solicitaram comprovante de quitação do IPTU dos últimos 5 anos do imóvel. De manhã recebi essa mensagem e já corri na prefeitura para agilizar e por incrível que pareça consegui a documentação necessária em 15 minutos, na hora já entreguei na caixa, até assustaram com a rapidez e falei consegui rápido para vocês mandarem rápido, kkkkk.

No dia 17/01 mandamos a certidão do imóvel atualizada (pela terceira vez, haja 💵💵), deram um prazo de 10 dias e mandaram nossa pasta para a outra cidade aprovar o financiamento. Esperei tranquila até dia 27/01, no dia 31/01 já estava encucada com a demora, fui na agência e o funcionário (voltou de férias e menos grosso que o outro, mas nada simpático), falou que acharam uma INCONSISTÊNCIA na escritura relativo a união estável, ele mesmo achou estranho essa resposta e mandou de volta falando que estava tudo certo e pediu para aguardar. Pessoal, nesse dia cheguei ao meu limite, quando eu achava que já estava tudo certo, já naquele espírito de começar a obra vem esse balde de água fria, assim que passei da porta giratória comecei a chorar, ali mesmo dentro da agência, não estava aguentando mais, quase 4 meses de espera agoniante. Assim que passou o desespero coloquei nas mãos de Deus e relaxei.

No dia 07/02 o funcionário me ligou falando que não estavam aceitando a certidão do imóvel pois ao averbarem a escritura de União Estável o cartório não incluiu meus dados como proprietária. Na hora fui no cartório (de tanto que íamos lá todos já nos conheciam), aí expliquei a situação para o funcionário que sempre nos atendeu com presteza, ele conversou com o dono do cartório e falou que desde quando foi averbada a União Estável eles deveriam ter incluído meus dados, reconheceram que o erro era deles e que iriam entregar corretamente no outro dia. Somente consegui pegar o documento correto dia 13/02 e levei na Caixa. O funcionário falou que mandaria via malote que era só aguardar, mas como sou para frente perguntei se ele não poderia responder por email (já que a solicitação foi por email) se esse documento estava de acordo com o que queriam, pois só para o documento ir era 3 dias para voltar também, então mandando o email às vezes adiantava. E com muito custo ele mandou o email e pediu para aguardar o retorno.

Esqueci de falar que desde quando demos entrada na Caixa eles passam o número da proposta para acompanhar o andamento pelo site. Eu entrava no site o dia inteiro, no meu serviço ficava com a página aberta e atualizava o tempo todo #ALoka.

Até que no dia 17/02, depois de 4 meses, atualizaram o nosso status para "Proposta Aprovada", nem acreditei, tive que atualizar umas 20 vezes para ver se não era erro. Na hora mandei uma mensagem para o correspondente e ele disse que tinha acabado de receber um email da Caixa marcando a assinatura do contrato para o dia 20/02, até respondi para ele "não estou acreditando 🙌🙌".

Depois de narrar isso tudo podem imaginar a alegria transbordando o meu ser, kkkkk.

Mas, por incrível que pareça, na hora de assinar é tanto detalhe tanta coisinha que fiquei tensa e nem curti o momento, meu noivo nem estava me reconhecendo. A gerente que estava nos atendendo muuuuito simpática conseguiu um super desconto, pois para assinar o contrato paga-se uma taxa no valor de 3% do financiamento, íamos pagar mais de 8 mil, só sei que ela conseguiu baixar para 5 mil. E mesmo assim não agradeci como deveria, estava muito tensa. Ainda mais que o dia que assinamos o contrato tinha que ser o primeiro dia de obra e como estava tudo enrolado deixamos o mestre de obra de lado para resolvermos essas pendências e fiquei com medo de até o dia 20/03 não alcançarmos o que estava previsto no primeiro mês do cronograma.

Mas no dia 17 quando foi confirmado que íamos assinar o contrato já informei ao mestre de obra que começaríamos a construção na outra semana, para ele já ir arrumando os trabalhadores. No dia 23/03, que conseguimos pegar o contrato com todas as assinaturas na caixa e levar no cartório para fazer a alienação do lote, deram o prazo até o dia 10/03. No mesmo dia 23 assinamos o contrato com o mestre de obra que nos disse que começaria a mexer no carnaval. Devemos completar mais ou menos a fundação que é o que consta no cronograma para recebermos a 1ª parcela do financiamento. Assim que recebermos dou mais detalhe.

Para você sobrevivente que leu isso tudo, te agraciarei com algumas fotinhas feitas nos primeiros dias, hehehe:

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017
03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017

03/03/2017
Agora as fotos de hoje:

11/03/2017

11/03/2017

11/03/2017

11/03/2017

11/03/2017

11/03/2017

11/03/2017

Me perdoem se o texto ficou um pouco confuso, não sou muito boa para escrever, se tiverem dúvidas ou alguma sugestão podem ficar a vontade!

Bjus...

18 comentários:

  1. Oi Tati, que otimo que as novidades são boas. Mas guria tu consegue esses 120 mil com dinheiro proprio? Como está esta sua previsão? É muita burocracia né? mas que bom que no final tudo deu certo, e agora vc ja começou sua casinha, ou melhor sua casona, vai ficar linda!!!
    Qualquer duvida, pode contar comigo ;))
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Ana, mas se não juntarmos vamos pedir um empréstimo. Haja burocracia.

      Bjus

      Excluir
  2. Tati, estou aqui na torcida por vocês e pela obra. Que sofrimento, heim???!!! Já tinha lido e ouvido falar sobre a burocracia do financiamento, mas minha linda, firme e forte sempre, vai em frente que você vencerá. A fundação está linda, super bem feitinha. Parabéns, escreva sempre para poder acompanhar sua casa crescer. Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, você sempre carinhosa com as palavras. Sigo firme e forte. Continue acompanhando. Bjão.

      Excluir
  3. Sobrevivi!!!! li pq ainda nao comecei meu projeto de construir uma casa.A gente aprende com quem já está no processo.Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, quando eu ainda estava no projeto vivia nos blogs, me ajudou demais! Obrigada!

      Excluir
  4. Estou na torcida uhuuu
    Li tudinho (apesar de ter acompanhado está agonia toda).
    Quero começar a minha logo,logo.
    Aí...ai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui uns dias é você!!! Bjuuuu mãezinha!

      Excluir
  5. Oi Tati!

    Menina, que sofrência para ter o financiamento liberado heim?! Mas o bom é que já passou e o sentimento daqui pra frente vai ser só de ansiedade para ver cada etapa concluída! Estou aqui na torcida!!!
    Nós também vamos enfrentar esse dilema todo do financiamento para não parar a obra. Já to aqui sofrendo com essa taxa de 3% do contrato... :(
    Ainda não sei o que vai vir pela frente mas com fé a gente chega lá! Seja como Deus quiser!

    Bjão!
    Lidi
    segurashouse.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lidi, sofrência mesmo!!! Eu estava ansiosa mesmo para começar, agora estou só curtindo.

      Às vezes é melhor você pegar um empréstimo do que fazer o Construcard. Se for funcionária pública as taxas são bem baixas.
      Bjus

      Excluir
  6. Oi Tati,
    Não tinha visto seu post ainda. Nossa, haja coração para aguentar essa enrolação, heim! Que bom que deu tudo certo. Agora vai, neh. Atualiza sempre o blog. Adoro ver as fotos da evolução da obra.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é menina, haja paciência né! Vou tentar manter sempre atualizado mas dá uma preguicinha né!

      Bjinho!

      Excluir
  7. Graças a Deus Tati. Tanta burocracia néh, e nesse período é difícil controlar a ansiedade.
    Meu financiamento tb deu certo, aleluia rs

    http://construcaocasinhaverde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um alívio quando dá certo né Daiani. Deus abençoe nossas casas!!! Bjuss

      Excluir
  8. Tati, meu Deus! Me deu até taquicardia, de ler este post! Quase chorei junto! Passei por algo parecido na compra do meu apartamento, e tenho uma pequena ideia do que e isso, mas confesso que no seu caso foi pior! Bom, já li as atualizações Tam bem, que delícia ver a primeira laje....
    Continue postando tudo, sei que difícil arrumar tempo, eu tb atualizo quando da , mas vamos troca do experiências! Bjusss

    Http://minhacasadochaoaoteto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até começarmos a construir foi agoniante né, nem fala!
      Além das atualizações mensais vou tentar postar inspirações e dúvidas de escolhas dos acabamentos, mas dá tanta preguiça, kkkk.

      Excluir
  9. Oi Tati!!

    Muito bom mesmo, a alegria de sair o financiamento, mas vai dar certo, e vocês vão conseguir o restante do dinheiro, e pelo tempo do cronograma vai dar ...e está bem adiantada a obra ...No começo do blog eu também escrevia bastante...rsss. é ótimo, pois lá na frente se você precisar de algo está registrado no blog, e além de ajudar outras pessoas ...Beijos!!!

    http://odiariodaconstrucao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a sensação é indescritível! Isso mesmo, além de trocar figurinhas se no futuro quisermos saber de algo é só olhar no blog, por isso gosto de colocar tudo.

      Excluir